Logotipo

Logotipo




sexta-feira, 31 de maio de 2019

Informações importantes

Objetivo

Prestar assistência aos moradores de rua na tentativa de amenizar o sofrimento que eles enfrentam nas ruas. Eles sentem fome, sede, frio, dor, abandono, descaso, exclusão.

Atendemos a média de 300 moradores de rua por domingo.

Não fazemos distinção de idade, cor, raça, time de futebol e religião entre os assistidos. Atendemos a todos com igualdade, amor e respeito.

Religião

O GAV é um grupo espírita.

O nosso trabalho é baseado na doutrina espírita codificada por Allan Kardec.

A maioria dos voluntários é espírita, inclusive, a coordenadora.

As pessoas de outras religiões são bem vindas e suas convicções religiosas serão sempre respeitadas.

Patrocínio

O GAV não tem patrocinadores.

Atualmente, os voluntários que tem condições fazem uma vaquinha para pagar as despesas mensais.

Não temos vínculo com nenhuma empresa privada ou políticos.

Remuneração

Nenhum voluntário é remunerado.

Eu não tenho dinheiro para pagar a mensalidade. Como poderei ajudar?

Existem muitas formas de ajudar a ONG. Basta ter força de vontade, iniciativa e disposição.

Aquele que não tem dinheiro poderá ajudar de outras maneiras:
Vender rifas.
Vender louças.
Arrecadar os alimentos com os amigos, vizinhos e parentes.

Rateio de alimentos perecíveis

Os alimentos perecíveis deverão ser levados somente no domingo que o voluntário for ajudar. Não é obrigatório.

O rateio será enviado via whatsApp durante a semana.

Trajes

Por favor, vista-se o mais simples que puder.

Convém ir ao trabalho voluntário de chinelo havaiana, sandália rasteirinha, camiseta velha, calça jeans velha, bermuda, conjunto de moletom. A ideia é chegar bem próximo da realidade deles.

A mulher não pode usar decote, saia curta, calça justa e roupa insinuante. Por favor, não use essas roupas em hipótese alguma!

O homem não pode usar shorts curto e ficar sem camisa.

Por favor, tire anéis, pulseiras, brincos. Tudo o que pode chamar a atenção. Nós nunca tivemos problemas com assaltos, mas o bom senso pede para não facilitarmos.

Revezamento aos domingos

A escala de voluntários funciona em sistema de revezamento.

O voluntário faz a sua própria escala.

Ele tem 3 formas de participar:
Todos os domingos
A cada 15 dias
1 vez por mês

É importante comparecer, pelo menos, 1 vez por mês para não perder o vínculo com a instituição.

Confirmação da presença ou ausência

Todo início de semana, o voluntário tem o dever de confirmar a presença ou ausência no trabalho do próximo domingo.

A escala precisa ser bem distribuída para não atrapalhar o bom andamento dos trabalhos semanais. Necessitamos de 13 ajudantes por domingo.

Quando a escala fechar, o voluntário deverá escolher outro domingo para participar.

Quem precisar ir embora ás 20h30, deverá avisar no momento que confirmar a presença.


Após a prece final, o voluntário poderá ir embora para a sua casa. Não é obrigatório ir para a distribuição.

Acompanhante

O voluntário não poderá levar um acompanhante antes de colocar o nome dele na escada da semana.

Faltas

O voluntário não poderá faltar no dia marcado, pois não teremos tempo suficiente para encontrar um substituto.

Se aparecer um imprevisto, o voluntário terá o dever de enviar um parente, amigo ou conhecido no seu lugar.

Se alguém faltar, sobrecarregará os colegas que comparecerão.

Revezamento para cozinhar

A comida é feita pelas mãos de todos os voluntários.

Aqueles que não sabem nada de cozinha, aprenderão com os voluntários antigos.

Café da tarde

Ás 17h00, nós damos uma pausa para tomar o café da tarde.

Cada voluntário leva um pratinho de alimento saudável feito em sua própria casa para compartilhar com os colegas. Não necessita luxo.

Aquele que não tiver condições financeiras, não precisará levar nada e poderá se alimentar junto conosco sem problema nenhum. Nós compreendemos.

Parada para fazer o Evangelho

Após o café da tarde, os voluntários sentam-se juntos para ler um texto religioso e comenta-lo. 
Este é um dos momentos mais importantes do nosso trabalho.

30 minutos = Reunião, boas-vindas aos voluntários novos e avisos.

30 minutos = Evangelho no Lar, leitura e comentários (livros de Chico Xavier e Allan Kardec)

Limpeza do salão e lavagem das louças

No final da preparação da comida, as panelas e os utensílios domésticos são lavados e todos os voluntários ajudam.

Não se deve deixar apenas 2 ou 3 colegas lavarem as louças sozinhos. O revezamento na limpeza é importantíssimo para a boa convivência do grupo.

Tarefas extras

Existem tarefas extras que precisam ser feitas:

Retirar doações
Ir ao atacadista para comprar os alimentos e descartáveis
Retirar a carne
Retirar as batatas na zona cerealista
Comprar os descartáveis nas distribuidoras
Buscar o gás

Em algum momento, todos os voluntários que tem carro serão convidados a participar do revezamento dessas tarefas.

Carros GG

Nós precisamos de 2 carros GG por domingo. E os donos desses carros não poderão faltar em hipótese alguma.

Não haverá tempo suficiente para encontrar outro carro GG ou contratar um carreto em cima da hora.

Não existe a menor possibilidade de transportar 7 caixas de isopor gigantes cheias de comida, galões com líquidos, caixas plásticas, mesa, bancos e todos os materiais de apoio nos porta-malas dos carros pequenos. Eles não tem tamanho adequado para comportar toda a carga. Nós levamos muitas coisas para a distribuição.

Se o carro GG faltar, 300 marmitas serão jogadas no lixo e os moradores de rua ficarão sem comer.

Transporte dos voluntários

Os voluntários que não possuem carro pegarão carona com os colegas que tem carro.

A prioridade é da carga.
Primeiro, distribuímos tudo entre os carros que estão presentes. Depois que a carga estiver acomodada, se sobrar lugar, os voluntários poderão pegar carona.

Se não sobrar lugar nos carros, o voluntário terá que ir para distribuição de metrô.
A nossa sede fica a 5 minutos do metrô Guilhermina-Esperança.
A R: Marconi está bem próxima do metrô Anhangabaú e metrô República.

Grupo de whatsApp

O GAV não tem e não pretende criar grupo de whatsApp. Não há necessidade.

A comunicação é centralizada em uma única pessoa para facilitar a administração e organização dos trabalhos.

Aquele que criar algum tipo de afinidade com um colega, poderá trocar telefone apenas com ele, sem envolver o grupo todo.

Crianças

Não é recomendado levar crianças menores de 13 anos.

Nós temos muitos caldeirões com comida borbulhando no fogão e isso é muito perigoso para as crianças. Poderão se queimar com gravidade.

A porta do salão fica aberta. A rua é movimentada. Esse é outro perigo para as crianças.

O salão é pequeno. A criança terá que ficar sentadinha na cadeira das 15h30 ás 20h30, são muitas horas sem fazer nada. Não tem nenhuma distração e as crianças ficam extremamente entediadas e nervosas. Choram muito. É um sofrimento desnecessário.

Não convém levar crianças pequenas nos nossos trabalhos. É melhor deixa-las em casa aos cuidados de algum adulto.


Se restarem dúvidas, por favor, me chame no whatsApp.

Obrigada pela atenção.

ROSELAINE